Aromatherapy for dummies

11.11.13
aromatherapy-bottles


A Aromaterapia
O poder curativo das plantas é conhecido por muitas culturas há milhares de anos.
No nosso dia-a-dia, as plantas constituem uma base importante da nossa alimentação. Os nossos antepassados também usavam as plantas na alimentação mas também com fins terapêuticos.

As vias mais seguras para a absorção dos óleos essenciais são através da pele e do nariz. Via olfato deve-se tomar cuidado com tempo de exposição e concentração. Para esta via, pode-se usar aromatizadores pessoais, aromatizadores à vela ou difusores eléctrico. Uma parte do aroma inalado vai para os pulmões via traqueia, penetrando nos brônquios, bronquíolos e alvéolos, passando para a corrente sanguínea nas trocas gasosas, agindo da mesma forma da penetração cutânea. Outra parte do aroma vai para o cérebro, atingindo o Sistema Nervoso Central e mais especificamente o Sistema Límbico, que é nosso antigo Cérebro das Emoções, responsável pelas nossas emoções, comportamentos e atitudes, memória e os nossos humores.


Cada óleo essencial agirá de uma forma diferente no nosso corpo, físico mental e emocionalmente, de acordo com sua composição química. Por isto, podemos dizer que a Aromaterapia é Holística, pois podemos atacar diversos males sob todos os aspectos, pois não podemos tratá-los isoladamente.

A Aromaterapia não remete apenas a um cheiro agradável no ambiente ou a um perfume durante o banho. Trata-se, sim, de um verdadeiro e natural tratamento que serve para inúmeras situações. Os aromas agem nos centros cerebrais e provocam reações emocionais ou físicas, tratando o organismo de uma forma integral, considerando a mente e o corpo como um todo.

As aplicações desta terapia caminham desde o relaxamento e técnicas para amenizar o stress diário ou até meios para estimular o organismo e combater problemas estéticos - como a pele ressecada ou maltratada. Suas principais ferramentas são os óleos essenciais, extraídos de flores, folhas, cascas, raízes, frutos e sementes das plantas, como das perfumadas flores do jasmim, de onde se retira um óleo antidepressivo e afrodisíaco ou ainda a essência de lima, que combate a fadiga mental, além de ser também utilizada em tratamentos para a celulite.

Para entender como os óleos funcionam, devemos imaginar o caminho pelo qual percorrem em nosso corpo. Quando se aspira, por exemplo, um desses produtos, sua fragrância é captada pelas narinas, onde sensores nervosos descodificarão esta informação, transportando para o cérebro que estimulará determinadas partes do organismo. Dessa forma, atuam por todo o corpo e, de quebra, nas emoções e sentimentos do indivíduo.



images-4

A Aromaterapia pode e deve ser usada externa e internamente, deve ser não sintética; O seu uso interno exige um cuidado mais rigoroso, no que se refere às concentrações; pode e deve ser usada externamente, sob diferentes formas.

A Aromaterapia consiste no recurso aos aromas com fins terapêuticos e o efeito que os mesmos são capazes de provocar no indivíduo. Esta é a ciência que explora o uso dos óleos das plantas para beneficio da sociedade.

images-3

É utilizada no tratamento das mais variadas enfermidades e desequilíbrios. A Aromaterapia deve, todavia, ser utilizada com cautela e de preferência, guiada por um profissional especializado, que saberá verificar as contraindicações, além de dosagens e melhores formas de uso.


Sem comentários:

Enviar um comentário

QUER SABER O QUE É NATUROPATIA? ESTÁ AQUI, TROCADO POR MIÚDOS.

A pertinência deste artigo deve-se, não só mas também, a ultimamente ter tido algumas conversas sobre Naturopatia e, apesar de na maior pa...

AddThis