Refood Benfica

24.11.14



Convidamos a Joana Kouprianoff a fazer parte do Refood Benfica, com uma rubrica quinzenal que vamos divulgar no Facebook. A Joana é apaixonada por mudanças e por tudo o que é saudável e aos 28 anos decidiu criar a marca “With You We Change” onde motiva e informa quem a procura sobre temas relacionados com saúde, terapias naturais e nutrição.


-  Começamos por te pedir que nos fales sobre a Refood. Qual é a tua opinião sobre o projecto?
A Refood sempre foi um projecto que admirei imenso, pois até parece uma ideia simples que envolve a comunidade, mas nunca tinha sido implementada. Gosto de ideias simples. Apesar do povo português ser bastante solidário, o desperdício alimentar gerado anualmente é imenso, tanto em restauração como nas casas privadas (aqui muitas vezes devido às dimensões exageradas das embalagens) e a Refood vem criar uma consciência social maior e gosto muito. Portanto, pegar no desperdício gerado pelos restaurantes, que é comida em perfeito estado e produzir muitas refeições para famílias desfavorecidas vem criar um sentimento de comunidade mais forte, onde todos podem participar e cuidar uns dos outros.

- Trabalhas no projecto "With You We Change",  que tem em comum com projecto Refood o tema da alimentação. Fala-nos um pouco sobre o teu projecto.
O principal objectivo da “With You We Change” consiste em divulgar informação sobre um estilo de vida saudável e sustentável para a manutenção da saúde e bem-estar através dos alimentos, desporto e da prática da medicina alternativa e complementar, como a Naturopatia. Vão sendo dadas dicas sobre escolhas conscientes e alternativas ao que normalmente é ensinado e que se faz, pensando sempre que o alimento deverá ser o primeiro medicamento do nosso corpo. Muitas vezes menos é mais e a nossa sociedade consumista não nos ajuda, pois o que existe em abundância no mercado são alimentos altamente processados e refinados que se tornam prejudiciais à nossa saúde e viciantes. Precisamos, com frequência, de ajuda para poder efectuar as escolhas mais conscientes e melhores para a nossa saúde tanto como medida preventiva, anti envelhecimento e para prolongamento da nossa longevidade com níveis mais elevados de qualidade de vida, como também como medida coadjuvante do tratamento de uma patologia já instalada no corpo.
Acreditamos principalmente que só juntos podemos mudar o mundo e nós mesmos e sem fundamentalismos.

- Também existem várias preocupações sobre sustentabilidade no "With You We Change", queres explicar-nos a tua visão?
No blog “With You We Change” tento abordar temas relacionados com sustentabilidade desde a preocupação de onde vêm os alimentos, a quantidade que compramos, como são produzidos os produtos de higiene que utilizamos, as roupas que usamos, a quantidade exagerada de comida e coisas que se compram na época de festas, etc.
Fiquei muito contente com a implementação de caixotes para separação do lixo em cada prédio na minha zona, são estes pequenos passos que importam e a nossa comunidade deve unir-se para que tenhamos cada vez mais alterações que permitam ajudar a apagar a nossa pegada no planeta. Por exemplo, preocupo-me em comprar os alimentos que sejam criados o mais perto possível de onde vivo, pois para mim, é ainda mais importante do que serem biológicos. O crescente uso de bicicletas em Lisboa também me deixa muito feliz e acredito que em breve teremos uma rede de ciclovias que nos permita circular em segurança pela cidade. 

- E Qual é a tua missão? E Como consegues introduzir hábitos de vida saudável nas pessoas?
A minha missão pessoal é ajudar as pessoas a mudar de estilo de vida, para implementar um estilo de vida mais saudável e não apenas introduzir hábitos saudáveis nas chamadas dietas de emagrecimento. É um processo difícil pois a alimentação é uma das coisas mais primordiais que temos, desde que nascemos comemos e por isso mesmo, temos muitas reacções inconscientes onde substituímos a comida por algo, o que torna o processo mais difícil e moroso. Normalmente ficamos tão felizes por nos sentirmos mais enérgicos, mais saudáveis e com melhor performance mental que nos esquecemos das dificuldades pelas quais estamos a passar.
Os hábitos saudáveis devem ser introduzidos aos poucos, um passo de cada vez até que se torne realmente um hábito e só depois devemos passar para outro. Não devemos querer mudar tudo ao mesmo tempo, raramente funciona ou funciona apenas no curto-prazo.

- Achas que fazer voluntariado pode passar por ser uma mudança na vida das pessoas?
 Pessoalmente nunca integrei um projecto de voluntariado, embora tenha ajudado o banco alimentar algumas vezes na recolha de alimentos enquanto estudava na Nova. Também ia integrar um projecto em Moçambique pelo WACT mas por motivos pessoais e familiares tive que desistir. Tenho a certeza que fazer voluntariado vai mudar a vida de qualquer participante. Pelo trabalho em equipa, pela criatividade que se tem que gerar para angariar fundos, tempo das pessoas, pelo contacto com quem ajudamos, etc. É inevitável não crescer como pessoa e deixar de estarmos focados apenas no eu e passarmos para o nós. Juntos mudamos. A minha tentativa de participar num projecto fora do país esteve muito relacionada com o facto de acreditar que o meu crescimento como pessoa seria  exponencial, mas não me preocupo apenas com o que se passa lá fora. Uma grande amiga minha e minha educadora de infância sempre disse que podemos sempre ajudar alguém, basta querer e olhar bem à nossa volta; com isto queria dizer é reforçar que é muito importante ajudarmos a comunidade onde estamos inseridos, a junta de freguesia, a cidade! Que voltemos a ser bairristas! 
Neste meu novo percurso também tenho feito alguns trabalhos pro-bono e é muito gratificante ver que desta forma conseguimos chegar a todas as classes sociais. Esta será sempre uma preocupação que vou ter.

- Aceitaste prontamente o convite da Refood Benfica para participares quinzenalmente com dicas e sugestões. Como achas que podes contribuir para este projecto? 
A minha ideia é dar dicas e sugestões sobre a alimentação em temas que sejam pertinentes à Refood e à comunidade Refood. :)
Estou ansiosa para começar!

Sem comentários:

Enviar um comentário

QUER SABER O QUE É NATUROPATIA? ESTÁ AQUI, TROCADO POR MIÚDOS.

A pertinência deste artigo deve-se, não só mas também, a ultimamente ter tido algumas conversas sobre Naturopatia e, apesar de na maior pa...

AddThis