Os mitos à volta da alimentação 1

25.5.15

Temos um post duplo para iniciarmos a parceria do With you WE Change com a Martilicious Food, ou seja, desta vez eu abordo o tema "as calorias" e a Martilicious dá-nos uma receita espectacular de trufas de lima e pistachios, para verem como é possível fazer receitas deliciosas sem os habituais vilões (farinha, açúcar, etc). 


As calorias


Quem adopta um estilo de vida saudável (de que tanto vos falo), elimina ao máximo a introdução de refinados e açúcares e se preocupa com a origem dos alimentos, pela forma como os confecciona para que não percam propriedades não deverá estar excessivamente preocupado com as calorias.
Devemos sim, inicialmente, ter noção das doses que devemos ingerir, quais as quantidades, mas ouvir o nosso corpo (e não a gula) também ajuda! Leva-nos a desgaste mental desnecessário, andar sempre a contar calorias das refeições, analisar os rótulos, contar as calorias do exercício físico que fazemos.

Obviamente que não quero dizer que as calorias não interessam a ninguém e que são um mito, pois, na verdade, para quem quer perder massa gorda, a matemática parece ser simples: menos calorias a entrar, mais calorias a serem gastas = à perda de gordura pretendida. Daqui passamos para uma informação importante: sim, as calorias que entram são “só” as que ingerimos, até aqui tudo bem. Então e as calorias que se gastam? Ah, aqui é onde está a parte mais complicada, a taxa metabólica basal varia de pessoa para pessoa, varia com a idade, varia com o nível de actividade físico e varia com (aqui com grande suspense) com o nível de calorias ingeridas! Pois durante a restrição calórica o corpo defende-se baixando desta forma o seu nível de consumo de energia.


Porque vos digo que contar calorias, ao adoptar um estilo de vida saudável, não interessa muito ou não devem viver obcecados com isso? A verdade é que quanto menos processados forem os alimentos, mais energia será gasta a digeri-los! Ora, os alimentos não processados ou quase não-processados é o que nós queremos, onde fruta e legumes é o preferido, leguminosas e frutos secos, alguns (poucos cereais), gordura vegetal e proteína animal.  Desta forma, teremos uma tendência natural, quando em conjunto com actividade física, para que o corpo chegue ao melhor dele próprio, encontrando o seu próprio equilíbrio perfeito, ficando bonito, radiante e a transbordar saúde. Portanto o que fazemos? Não queremos bolos, bolachas, fritos de pacote, comida de pacote no geral, comida embalada, pré-feita, pré-congelada. Preferimos as leguminosas secas (ai mas isso dá tanto trabalho! Na verdade não é assim tanto) às enlatadas ou enfrascadas, os frescos aos congelados, a comida pura à aditivada. Mais uma vez friso: mas sem cair em exageros. Se a vossa avó vos oferecer uma fatia de bolo caseiro ou o vosso prato favorito, não vão recusar, foi feito com muito amor, foi feito em casa.

A qualidade dos alimentos é muito mais importante que a contagem calórica! Se comerem as mesmas calorias em rebuçados (ricos em açúcar) diariamente ou em amêndoas (ricas em gordura e proteína), certamente irão ter resultados diferentes e melhores no último exemplo. Para que vejam isso mesmo a Martilicious hoje partilha connosco uma maravilhosa receita de Trufasde Lima e Pistachios. Para verem que existem coisas deliciosas, apenas repletas de fantásticos alimentos e sem farinhas refinadas, sem açúcar ou gordura adicionada. Se são muito calóricas? São. Podemos comer 10? Não. Mas podem deliciar-se com uma ou duas e acreditem que vos fará mil vezes melhor que meio brigadeiro.

Espero que percebam o que aqui quis dizer, caso tenham dúvidas, por favor entrem em contacto comigo.

Sejam felizes! <3

Sigam Este link para verem a deliciosa da Martilicious que mostra como coisas deliciosas podem ser "do bem" (mesmo apesar de hipercaloricas!)


Sem comentários:

Enviar um comentário

QUER SABER O QUE É NATUROPATIA? ESTÁ AQUI, TROCADO POR MIÚDOS.

A pertinência deste artigo deve-se, não só mas também, a ultimamente ter tido algumas conversas sobre Naturopatia e, apesar de na maior pa...

AddThis